bio

.
Sou artista visual brasileira, nascida na cidade de Recife. Trabalho com diversas linguagens mas, principalmente, ilustrações, e as várias plataformas possíveis que as permeiam. Minha poética versa sobre feminismos: força, memória, política, sexualidades, complexidades e multiplicidade de corpos. Essa busca é atravessada por imaginários sobre nomadismo, etnias, ancestralidade, povos originários, mitologias e elementos da natureza. Acredito no poder das narrativas como forma de inventar o espaço onde habitamos. É com elas que desenho meus universos. Meu compromisso, nessa existência, é criar vastas imagens de mundos. Utopia é apenas um ponto de vista e ficção é o que já vivemos. Sempre é possível escrever ou desenhar novos corpos para outras histórias.

.
contato para projetos: nathaliaqueiroz@gmail.com
instagram: @nathaliaqueiroz

.IMG_4461

[auto-retrato.2020]

.
Nathalia Queiroz é artista independente de Recife, com atuação em ilustração, design gráfico, tatuagem, literatura e fotografia. Graduada em Comunicação Social (2003-2006) e Pós-Graduada em Design da Informação (2008-2009), transitou por algumas agências de comunicação, entre Recife e São Paulo, como designer e diretora de arte. Desde 2012 segue como profissional autônoma desenvolvendo trabalhos ligados a arte, cultura e movimentos sociais. Como artista já realizou exposições através da produtora Nuvem e Casa do Cachorro Preto, em Recife e Olinda respectivamente, além de outras iniciativas independentes no Brasil, em Portugal e na Espanha. Já integrou alguns coletivos artísticos independentes como o olho.coooletivo (2012-2014) de fotografia e intervenção urbana; a revista literária Vacatussa (2014-2015) onde alimentava uma coluna com crônicas e ensaios; a Associação Brasileira das Mulheres da Imagem (2016-2017) que fortalecia a discussão nacional sobre mulheres e fotografia a partir do eixo Recife; o Coletivo Sexto Andar (2014-2016) que consistia em um grupo plural de iniciativas da economia criativa; o Coletivo Mudar (2016-2017) com ações de intervenções e formações ligadas a formas de vida mais saudáveis; o Grupo Risco (2013-2019) que desenvolve trabalhos artísticos através de desenho de observação; o LeMana ttt (2018-2019) um studio de tatuagem; o espaço Casa Flô (desde 2019-2020) um conjunto de iniciativas entrelaçãdo arte, cultura e saúde. Desenvolveu publicações independentes principalmente o livro auto-publicado Geografia, de poesia, com o qual promoveu ações independentes de performance, leituras ao vivo e grupo de estudo da voz poética ao longo do curso de promoção do livro. Já realizou diversos processos formativos sobre desenho, identidade e artes visuais e publicações. Em 2019 participou do projeto músico-poético Canções, Não, a convite do proponente do projeto, o artista, músico, poeta e crítico Carlos Gomes Oliveira, onde cantou e recitou poesias do autor e da poeta Cida Pedrosa. Atualmente segue em parceria com o músico e a cantora Aura, no projeto Oliveira. Como designer já desenvolveu trabalhos para ongs como SOSCorpo e Casa da Mulher do Nordeste; para grupos artísticos como Coletivo Lugar Comum, 7Fotografia, Jacaré Vídeos, Boi Marinho, o bailarino Claudio Lacerda, os fotógrafos e artistas visuais pernambucanos Ana Lira e Eric Gomes; e trabalhos culturais e sociais promovidos com o apoio do Consulado Francês em Pernambuco e da Habitat Brasil. Atualmente tem seu ateliê no espaço coletivo Criadouro, no centro da cidade do Recife.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s